Bem-Vindos ao Novo Site do Visite Urucânia!
Clique aqui para ouvir o texto

Calendário

.

21 de Setembro: Dia da Árvore

5.162 visitas

21 DE SETEMBRO: DIA DA ÁRVORE

O mês de setembro marca a chegada da primavera nos países do hemisfério sul. É quando se inicia a transição dos dias mais frios do inverno para o período mais ensolarado e quente, ressaltados pelas cores vibrantes das árvores, plantas e flores que embelezam essa estação.

 

EM SETEMBRO TAMBÉM COMEMORAMOS O DIA DA ÁRVORE.

Desde o século 19, o Dia da Árvore é comemorado em 22 de Abril nos Estados Unidos. Essa data foi escolhida em homenagem ao aniversário do governador Julius Sterling Morton, que durante o período de sua administração incentivou os moradores do estado de Nebraska a plantar árvores no intuito de transformar a paisagem daquela região.

Aqui no Brasil, comemora-se o Dia da Árvore no dia 21 de Setembro. O dia foi eleito em razão dos povos indígenas que sempre cultuaram as árvores durante a época das chuvas ou quando a terra era preparada para semeadura, geralmente no início da primavera.

No entanto, as regiões Norte e Nordeste do Brasil celebram a árvore em outra data. Por força de um Decreto-Lei, de 26 de fevereiro de 1965, a Festa Anual da Árvore acontece na última semana de Março. Isso ocorre por conta das diferenças climáticas que há nas localidades mais ao Norte e as regiões mais ao Sul do nosso país: é por volta de Março e Abril que se inicia o período de chuvas nas regiões Norte e Nordeste, enquanto que no resto do país o clima chuvoso está chegando ao fim.

 

AS ÁRVORES NÃO TÊM APENAS A FUNÇÃO PAISAGÍSTICA.

Elas protegem as lavouras contra os ventos, fornecem sombra e amenizam o problema da poluição atmosférica. Para o meio ambiente, as árvores são fundamentais, pois servem de abrigo e fornecem alimentos para diversas espécies de animais, inclusive o homem, que se alimenta de seus frutos.

As árvores ajudam a equilibrar o clima de uma região. Observe, por exemplo, um parque ou floresta e sinta o clima mais fresco. Além disso, elas formam uma parede que impede a propagação de ruídos, o que faz com que muitas habitações instalem “cercas vivas” para criar ambientes mais silenciosos.

Para a economia, as árvores fornecem a matéria-prima para móveis, utensílios domésticos e a celulose, que serve para a produção de papel. Mas é importante que, no momento da compra, a pessoa saiba escolher produtos oferecidos por empresas que possam comprovar a origem da madeira, ou seja, as que utilizam madeira de reflorestamento.

UMA DEFINIÇÃO FORMAL

Árvore é uma planta permanentemente lenhosa de grande porte. Por grande porte, embora não exista uma definição consensual, costuma-se entender uma altura mínima de 6 m na maturidade. As árvores têm ramos secundários, o que as distingue das palmeiras, portanto apenas as gimnospermas e angiospermas dicotiledôneas lenhosas são chamadas árvores. As palmeiras são angiospermas monocotiledôneas.

Entre outros atributos, as árvores se caracterizam por ter raiz pivotante, caule lenhoso do tipo tronco, que forma ramos bem acima do nível do solo. Os arbustos, além do menor porte, podem exibir ramos desde junto ao solo.

Comparadas com outras formas vegetais, árvores e palmeiras vivem longo tempo. Algumas como sequóias e jequitibás vivem milhares de anos. Uma sequóia pode chegar a 100 m de altura.

ALGUMAS ÁRVORES BRASILEIRAS

CEDRO

O cedro é uma espécie rara, que ocorre em diversas formações florestais brasileiras e praticamente em toda América tropical. Essa árvore frondosa produz uma das madeiras mais apreciadas no comércio, tanto brasileiro quanto internacional, por ter coloração semelhante ao mogno e, entre as madeiras leves, é uma das que possibilita o uso mais diversificado, sendo superada apenas pela madeira do pinheiro-do-paraná.^

IPÊ AMARELO

O ipê amarelo é a árvore brasileira mais conhecida, a mais cultivada e, sem dúvida nenhuma, a mais bela. É na verdade um complexo de nove ou dez espécies com características mais ou menos semelhantes, com flores brancas, amarelas ou roxas. Não há região do país onde não exista pelo menos uma espécie dele, porém a existência do ipê em habitat natural nos dias atuais é rara entre a maioria das espécies.

 

PAU-MARFIM

 O pau-marfim é uma árvore de grande porte, muito apreciada e valorizada no mercado, fornecedora de madeira clara e de boa qualidade. Em território brasileiro, há registros de ocorrência nos Estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O pau-marfim encontra-se na lista de espécies ameaçadas de extinção no Estado do Paraná. Em São Paulo, estão sendo realizados trabalhos de conservação genética em populações nas reservas florestais.

PAU-BRASIL

 O pau-brasil é conhecido por todos os brasileiros como a árvore que deu nome ao nosso país. Foi importante para o interesse econômico português, durante o início do período colonial, pois era possível extrair sua resina que dava cor às roupas da nobreza e como tinta para escrever. Sua madeira também era utilizada nas indústrias civil e naval. Foi quase extinta devido a sua exploração em larga escala e, por conta disso, é protegida por lei.

 

SÓ PLANTAR ÁRVORES RESOLVE?

Uma árvore absorve uma tonelada de gás carbônico durante sua vida. Além de auxiliar na renovação do ar, uma árvore adulta pode absorver até 250 litros de água por dia. Isso quer dizer que quanto mais árvores, menos enchentes e erosão podem ocorrer. Junto com toda essa água absorvida, muitos nutrientes de matérias orgânicas (como as fezes dos animais) são absorvidos pelas raízes e transformados através da fotossíntese, em alimento para a toda a planta. Por sua vez, folhas, frutos, madeira e raízes servirão de alimento para diversos seres vivos.

Mas não podemos pensar somente que plantar árvores acabará salvando o planeta dos malefícios causados ao meio ambiente. Até porque as árvores podem demorar anos para crescer e consumir o gás. É preciso tomar outras diversas atitudes para proteger o meio ambiente e economizar os recursos naturais que ainda estão disponíveis.

ALGUMAS ATITUDES QUE TODOS PODEM TOMAR:

Leve sua própria sacola ao fazer compras, a fim de reduzir o uso das sacolas plásticas. Elas correspondem a 40% das embalagens jogadas no lixo em São Paulo, além disso, demoram mais de 100 anos para se decompor;

Use as duas faces da folha de papel para escrever, imprimir e fazer cópias;

Considere a aquisição de produtos reciclados;

Escove os dentes com a torneira fechada. Se você escovar os dentes com a torneira aberta durante 2 minutos, vai gastar mais ou menos 13,5 litros de água;

Aprenda a cozinhar mais em panela de pressão. Ela cozinha mais rápido e economiza 70% de gás;

Não jogue fora as sobras dos alimentos Aproveite as sobras, cascas e talos para fazer pratos nutritivos e criativos.

 

Fonte: www.bibliotecavirtual.sp.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Click to listen highlighted text!