Bem-Vindos ao Novo Site do Visite Urucânia!
Clique aqui para ouvir o texto

Nossa Gente

.

Gentil Chaves Gomes (Gegê)

2.534 visitas

Gentil Chaves Gomes, mais conhecido como “Gegê”, nasceu em Abre Campo – Minas Gerais em 06 de Abril de 1938. Filho de dona Demetina Chaves Gomes e Rodolfo Venâncio Gomes, além de Gegê, seus pais tiveram mais cinco irmãos, sendo eles: Gualter, João, Etelvina, Mouzart e Vivina (Naná).

Mudou-se para Urucânia ainda criança onde estudou no Grupo Escolar Professor Manuel Rufino até o 4º ano. Era uma criança feliz e uma das suas brincadeiras favoritas era jogar futebol. Filho carinhoso e educado destacava-se por sua personalidade forte. O que o fez torna-se um homem de caráter.

Quando adulto, exerceu várias funções: Foi sapateiro, padeiro, marceneiro, jogador de futebol e se destacou como músico, onde chegou a se tornar maestro da Corporação Musical Lira 26 de Julho. Além de maestro, Gegê tinha o dom de compor músicas para as apresentações da Corporação, lembrado por seu perfeccionismo, tocava desde pistão até o saxofone, tornando-se, portanto, um músico completo.

Conheceu sua esposa, dona Constância Cruz, quando ela tinha 15 anos e em 20 de Janeiro de 1962 se casaram. Deste casamento sólido e feliz nasceram seus cinco filhos: Desilene, Geraldo Magela, Júlio Márcio, Maria das Graças e Aparecida Mara.

Por ter na veia a musicalidade, seus filhos também, de alguma forma, herdaram essa dádiva, destacando-se sua filha Desilene, que mesmo por não poder tocar instrumentos de sopro, por orientações médicas, sempre esteve envolvida com vários ritmos, sendo um de seus destaques a Fanfarra e o grupo musical Urubatuk, formado por jovens do município e no qual ela conduziu com muita maestria.

É importante ressaltar que, por se tratar de uma época difícil, mesmo com toda dificuldade, Gegê e dona Constância criaram seus filhos ensinando-lhes o verdadeiro valor da vida.

Com suas apresentações em bailes, carnavais e demais eventos em Urucânia, sustentou sua família com muita dignidade, resultando em filhos responsáveis e encaminhados na vida.

Gegê se aposentou ao sofrer um acidente na Usina de Torrefação de Café em Jatiboca, o que lhe causou sérios problemas de saúde. Mas isso não o impediu de continuar sua vida de forma alegre.

Mesmo com sua personalidade forte, Gegê conquistou ao longo da vida muitos amigos e os mesmos nunca se esqueceram da sua importância, principalmente para a cultura da nossa cidade, afinal, mesmo tendo se passado muitos anos, ele continua sendo referência cultural do nosso município.

Hoje, aos 74 anos, vive uma vida tranquila ao lado de sua esposa, filhos, netos e amigos. Continua sendo uma pessoa simples, levando a todos que o conhecem sua experiência e sabedoria de vida, demonstrando a nova geração o exemplo de persistência e humildade.

Colaboração:
Informações: Desilene Cruz Gomes
Texto: Rita de Cássia Araújo

1 comentário para Gentil Chaves Gomes (Gegê)

  1. UM PAÍS E UMA CIDADE QUE NÃO PRESERVAM SUA MEMÓRIA ESTÃO FADADOS A PERDER TAMBÉM SUA IDENTIDADE. GEGÊ É, SEM DUVIDA, MERECEDOR DE TODAS AS HOMENAGENS POSSÍVEIS POIS DEIXA DÚVIDAS O QUE SE DEVE ADMIRAR MAIS: SEU GRANDE CARÁTER OU SEU GRANDE TALENTO. QUE DEUS O ABENÇOE SEMPRE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Click to listen highlighted text!