Bem-Vindos ao Novo Site do Visite Urucânia!
Clique aqui para ouvir o texto

Nossos Casos

.

Leilões na Praça da Matriz em Urucânia

3.593 visitas

Dou-lhe 1… Dou-lhe 2… Dou-lhe 3: Vendido!!!

Na década de 40 acontecia nas datas religiosas, leilões na Praça da Matriz em Urucânia. Durante o evento, vários produtos eram leiloados: Frango assado, travessa de macarronada e tutu com linguiça, galinha, porco caipira, laranjas e tudo mais que gerasse dinheiro e alegria dos participantes. O dinheiro arrecadado tinha seu destino: Ajudar nos gastos da Igreja Nossa Senhora do Bom Sucesso, padroeira da cidade.

Muitos anos se passaram e ainda hoje o tão famoso leilão continua sendo feito com ajuda dos moradores do município. Atualmente são leiloados suínos, bovinos, caprinos e aves doadas principalmente pelos moradores da área rural. Toda essa euforia é comemorada geralmente na festa de São Sebastião no mês de Janeiro e também em Maio, onde se comemora o mês de Maria com suas coroações, demonstrando a solidariedade que está dentro de cada morador.

Segue abaixo um, dos diversos poemas elaborados pelos alunos da Escola Estadual Professor Manuel Rufino que representam um pouco dos diferentes casos que dariam muita história para contar.

O poema que fez parte do Projeto “Literatura de Cordel” ministrado pela professora de Língua Portuguesa, Ivani Mansur, sendo a autora a aluna do 7º ano, Ana Júlia Barboza Lima que também o recitou na Escola, demonstrando toda sua graciosidade.

 

Poema De Cordel

Na década de 1940
Havia em Urucânia leilão
Das prendas que eram oferecidas
Cujas rendas rendiam em profusão.

Estas rendas em homenagem
As festas religiosas da padroeira,
São Sebastião, mês de Maio e outras.
A renda era entregue a tesoureira.

Isto era realizado
Em frente à Igreja da Matriz
O pregoeiro era João da Mata
Homem muito alegre e feliz.

Trazia o martelo na mão
Que depois das batidas
Dou-lhe 1, dou-lhe 2, dou-lhe 3
Encerrava-se o leilão.

Quem dava o último lance
Pagava e levava a prenda
Prenda essa preparada
Por exímias cozinheiras.

O cheiro exalava
Dos assados apetitosos
Dava até água na boca
Os quitutes saborosos.

Outras prendas eram leiloadas
Todas de muito valor
Os lances eram repetidos
Cada prenda com seu valor.

Na época a moeda era o cruzeiro
Os lances eram aumentados
Até mais de cem cruzeiros
João da Mata ficava alegre e animado.

No final do leilão
A prenda era uma cana
Era jogada para meninada
Que até rolava no chão.

Existia o coreto na frente da Igreja
Onde a Banda de Música executava
Lindos dobrados nos intervalos
E o povo delirava!!!

Soube desta história
Por minha bisavó Lourdes Godoy e dona Malvina
Elas são desta época
E ainda estão inteirinhas.

Primeiro nome de Urucânia
Bom Sucesso do Urucum
Devido uma fruta vermelha
E o nome da padroeira.

Juntaram urucum e cana
Que existiam em grande quantidade
Ficando esta cidade
Com o nome de Urucânia.

Autora: Ana Júlia Barboza Lima

 

Parabéns a professora Ivani pelo trabalho ao resgatar juntamente com seus alunos, a riqueza da Literatura de Cordel.

Rita de Cássia Araújo.

4 comentários para Leilões na Praça da Matriz em Urucânia

  1. PARABÉNS CELSO JOSÉ POR ESSA INICIATIVA DE REPRESENTAR E PUBLICAR TODA HISTÓRIA DO POVO DE URUCÂNIA. SOU IDALINA, SOBRINHA DA LOURDES GODOY E FILHA DE GERALDA GODOY E NETA DO ILUSTRE AGENOR GODOY, SOU FILHA DE URUCÂNIA E FICO FELIZ DE SABER QUE TEM PESSOAS COMO VC QUE TEM O DOM DE CRIAR UMA PÁGINA COMO ESSA, VC É UMA PESSOA MUITO INTELIGENTE E DE MUITO BOM GOSTO EM NOS FAZER PARTICIPAR DA HISTÓRIA DE NOSSOS FAMILIARES, MAS UMA VEZ PARABÉNS.

  2. Gostei muito, como é bom resgatar a cultura do povo de Urucânia, minhas raízes aí estão, Parabéns Ana Júlia pelo seu belíssimo trabalho.

  3. Eu não conseguiria fazer este poema de cordel sem a ajuda da minha querida Bisavó Lourdes e sua amiga, D.Malvina.
    Obrigada às duas pela ajuda e ao Celsinho pelo interesse em colocá-lo no site .

  4. Mayza comentou em 12/10/2012

    Feliz e muito orgulhosa pela minha família sempre presente na história, levando a informação e cultura ao povo de Urucânia. À Ana Júlia, minha sobrinha querida, quero deixar meus parabéns, à minha vó Lourdes sempre meu carinho e minha admiração assim como sua amiga Malvina. E agradecer também ao Celsinho pelo incentivo, meus parabéns, estou muito feliz. Mayza Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Click to listen highlighted text!