Bem-Vindos ao Novo Site do Visite Urucânia!
Clique aqui para ouvir o texto

Nossa Gente

.

Mulheres Guerreiras da Minha Terra

3.225 visitas

maio2013É hora da missa. Subindo a passos apressados lá vão: Izaura, Marina, Rosa, Joaninha, Emília, Zilda, Delize… Dona Fifia agora, só vai se for de carro (as “Venturas” são chiques). Descendo vem as “Conceição”, de Zezinho e de Nonô. Cocota quando pode vai de back, não é back o transporte de duas rodas? As “Barbosas” não faltam e Maria é a primeira a chegar e guardar lugar para Norma, Inácia e Conceição (Cessa). Tem que sobrar um lugarzinho para Celeste Cordeiro, Heloísa, Zinha, Genira, Noquinha, Dona Raimunda, para as irmãs Godoy Ruth e Lourdes e a amiga Malvina e Maria de Sílvio.

Dona Nenzinha é a mais folgada, a mais vizinha, por isso é só sair de uma porta e entrar na outra. Maria José, Efigênia, Maria e Joana estão chegando do “Pombal”. Lá na frente está Dona Zizinha Mansur, impecável.

O coral está a postos: seja coordenado por Sebastiana, Desilene ou Antônia. As ministras extraordinárias da Eucaristia chegam cedo: Catarina, Ana, Maricas, Faride, Sílvia, Dona Mariinha, Dona Carmita, Dona Nenzinha, Ilda, Emília, Joana D’arc, Dona Amália, Joana, Margarida, Maria Auxiliadora, Maria José, Neném, Márcia, Maura, Conceição, Fátima, Caroline, Mariza.

Nas Igrejas evangélicas: Maria do Carmo, Dona Carmita, Evalina e irmã Geni são religiosas respeitadas e cuidam de tudo para o culto.

Pela manhã, bem cedinho, antes do sol nascer começa a correria das professoras, serviçais, alunos e das mães.

Antes do sino da escola tocar, Creuza já está com seu comércio de portas abertas. Consolita, Kerlen, Vitória, Gracinha, Maria Botelho, Yovânia, Adriene, Miriam, Mazarela, Kátia e suas doze auxiliares delicadas e sorridentes, passam o dia atendendo comadres, amigas e fregueses.

Soninha “gracinha” comanda a farmácia com suas 2 auxiliares. Aninha ajuda quando e como pode na farmácia do Wander com suas 2 auxiliares. Na farmácia do Fernando, encontramos Jeanine com seu sorriso tímido e bonito e mais 1 auxiliar.

Ieda controla tudo no açougue, com o sorriso simpático das suas 4 auxiliares.

Quer verdura? A Eliana, elegantemente vestida atende a todos com simpatia. Na venda “Sergiana”, Milica (Amélia), está sempre a postos para servir a todos com frutas e verduras fresquinhas e tudo mais que precisarem para a sua casa. Quem mora “pras bandas” do Museu Padre Antônio Ribeiro Pinto, Daiana tem verduras frescas para o almoço. No supermercado, Dorinha está sempre alegre com suas 2 auxiliares. No supermercado Padre Antônio são 11 atendentes. No Central, são 2 atendentes. No supermercado Maria José está Flávia, atenta a tudo, atende com suas 4 auxiliares.

Ah! É um lanche que você quer? “Du Carmo” tem salgados ótimos. Na Zélia também. No bar dos “Albuquerques”, Quinha, Mary e Valdenize oferecem salgados quentinhos. Aparecidinha (da Pedra) reuniu a família e vem fazendo sanduiches deliciosos e variados, que estão ficando famosos.

Seu problema é papelaria? Presentes? Xerox e afins? Arlete e Caroline resolvem com suas 2 auxiliares.

Fotos para suas lembrancinhas? Documentos? Álbuns de casamento? É só procurar Maria José e você sairá satisfeito (a).

Quer construir? No Marcelo, você é recebido (a) por 3 lindas jovens senhoras.

E o pão nosso de cada dia quentinho… Dona Terezinha e suas 9 auxiliares atendem com tudo que tem direito para um lanche. Se fizer opção pela padaria do César, lá está uma equipe de 4 funcionárias chefiadas por Elaine que, inclusive, prepara o nosso almoço de domingo. “Santa” cozinheira que nos livra do fogão.

Quer almoçar fora com a família? É só ir ao Fundo de Quintal e Taninha serve um almoço de “gente grande” com direito a música ao vivo. Mas se quer oferecer flores, Taninha também tem. No dia-a-dia, o almoço da Lilita é caseiro e delicioso.

Se quiser fazer festa, na Casa de Festa da Ladeira você encontra Dona Maria (do padre), Vanda e Aparecida para atendê-los (as).

Mulheres, querem ficar bonitas? Sentirem-se princesas, rainhas e até madrastas? Marcinha, Ângela, Rosilene, Thamires, Claudina, Poliana, Helaine, Marilda, Bel, Muriel, Maria e Luizinha são as mulheres que vocês precisam.

Quer comprar móveis? Mércia e mais 3  auxiliares estão prontas para atendê-los (as).

Quer conhecer o Museu Padre Antônio Ribeiro Pinto? Aparecida está lá para receber todos com muito carinho. Mas se quer levar lembrancinhas do Santuário Nossa Senhora das Graças? É só procurar Maria Ângela. Precisa do escritório da Paróquia? Kátia tem todas as informações que precisa e é sempre muito simpática.

Precisa renovar o guarda roupa? Jeanice é a dona da Boutique. Mas se quer peças íntimas, Roseli, Cássia e Gracinha confeccionam cada uma mais linda e sensual que a outra.

Das escolas, temos saudades das “folgadas” aposentadas: Marina, Marly, Marília, Norma, Inácia, Glorinha (ex-prefeita em dois mandatos), Carmita, Conceição, Nívea, Lourdinha Lima, Lourdinha Ferreira, Sílvia, Faride, Fatinha, Fátima Giardini, Fátima Silva, Terezinha, Leila, Vânia Murta, Madalena Araújo, Vanda, Arlete.

Sabem quantas guerreiras temos nas escolas municipais, entre supervisoras, professoras e serviçais? 160! Vamos citar apenas as Coordenadoras: Escola Municipal Manoel Mayrink Neto: Giana e Wanderléia; Escola Municipal Professora Geralda Salgado: Roseli e Claudinha; Creche Municipal Lar Escola Vovó Taninha: Andréa Themóteo; Centro Municipal de Educação Infantil de Cardosos: Rosângela Alves e no Centro Educacional para o Adolescente e a Criança (CEAC): Jusçara.

Nas escolas estaduais: Escola Estadual Professor Manuel Rufino: Direção – Creocimar Aparecida Pereira e 72 funcionárias; Escola Estadual Helder de Aquino (Cardosos): Direção: Guiomar Aparecida Luna e 50 funcionárias; Escola Estadual Custódio Martins da Silva (Jatiboca): Direção – Marisa Abduani e 23 funcionárias.

Na APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) sob a direção de Nívia, Fátima Silva (presidente) e 21 funcionárias fazem um trabalho lindo, com muita dedicação. Vale a pena conhecer!

Na AUDAI (Associação Urucaniense de Apoio ao Idoso) sob a direção de Faride, Sílvia (vice), Catarina e 5 auxiliares cuidam dos idosos com muito carinho. Visite a AUDAI, lá é muito bom!

Sob a coordenação de Terezinha Barbosa, Maria Botelho e nossa saudosa Rosália (sempre presente em nossos corações) está o “Grupo Renascer” da Terceira Idade com 75 integrantes. Fazem reuniões, bailes, apresentações, ginástica e passeios ótimos.

No Sindicato dos Trabalhadores Rurais está Michele e seu grupo de 5 batalhadoras entre Psicóloga, Nutricionista e auxiliares.

Na administração municipal não poderia faltar uma mulher: de cantineira à vice-prefeita: Luzia da Luz, com muito merecimento.

Na administração 2013-2016 temos: Gabinete, Tesouraria, Compras e Contabilidade 10 funcionárias. Vale ressaltar: Maria da Conceição (Neneca), Sueli, Rosina, Lúcia (Lucinha) e Richele.

Na Secretaria Municipal de Educação: Neuza Maria de Araújo Mayrink e 160 funcionárias; na Secretaria Municipal de Assistência Social: Marilda Aparecida da Silva e 12 funcionárias entre Psicóloga, Assistentes Sociais, Cadastradora, Monitoras do PETI e Serviçais, além de 5 Conselheiras Tutelares (não incluímos monitoras de projetos); na Secretaria Municipal de Saúde: Conceição Madalena da Silva Giardini (Biga) comanda 46 funcionárias entre Médicas, Dentistas, Enfermeiras, Atendentes de Enfermagem e Bucal, Auxiliares Administrativas e Serviçais incluindo Cardosos e Jatiboca. No PSF são 21 Agentes de Saúde sob a coordenação de Soraia Pataro.

Na Câmara Municipal estão 3 representantes do povo: Dorinha, Adivalda e Maria das Graças (Paina) e 4 auxiliares.

Urucânia tem uma economia forte baseada na suinocultura onde há grandes mulheres ao lado dos suinocultores: Luciene, Lídia, Dária, Cíntia, Munice, Ana Regina…

Na CiaCarne estão 118 mulheres trabalhando. Nas fábricas de doces das “Mol” (Maria José, Carminha e Celeste) 18 mulheres são responsáveis por estas delícias. E para acompanhar a goiabada está o queijo de Aparecida, lá da Vista Alegre e de Hilda da Boa Vista.

Infelizmente não tivemos condições de levantar o número de guerreiras que estão comandando as nossas casas, seja como “Rainha do Lar” (mão-de-obra barata), seja como nossas auxiliares domésticas “as fazem tudo” para que nossas casas funcionem em perfeita harmonia.

Também não foi possível levantar o número das nossas trabalhadoras rurais porque muitas fazem trabalhos sazonais, bem como as que “madrugam” para trabalharem fora do município.

Como diz o nosso poeta Chico Buarque de Holanda: “mirem-se no exemplo das mulheres de Atenas…” Por que não mirarem-se no exemplo das mulheres de Urucânia?

Caros urucanienses, orgulhem-se das nossas mulheres. Não podemos negar que a Revolução Feminista dos anos 60 (algumas de nós vivenciamos este período histórico) foi batalha difícil, mas que produziu um batalhão de guerreiras e aqui está a prova: o grande número de mulheres que são a “força do trabalho” da minha terra. Mas fazer o que? Sou bairrista, sou urucaniense, sou brasileira e sou mulher. Não queria ser irônica: será que algum dia a última palavra em Urucânia será a dos homens?  – Sim senhora!

Um recadinho: Temos homens valorosos, trabalhadores, empreendedores, fortes, inteligentes, mas não se esqueça: “atrás de um grande homem está sempre uma grande mulher” (mesmo que seja baixinha).

Se você é guerreira da minha terra e não foi aqui lembrada, as minhas desculpas (é um problema de idade).

Às nossas guerreiras citadas ou não, Parabéns pelo Dia do (a) Trabalhador (a).

Colaboração
Texto enviado por: Vanda Lúcia Giardini

5 comentários para Mulheres Guerreiras da Minha Terra

  1. KICO comentou em 04/04/2014

    Parabéns pela bela homenagem, mulheres guerreiras que merecem todo nosso respeito e admiração. Este texto me fez voltar no tempo quando sentava no banco da E.E. Professor Manuel Rufino, com a Tia Rosita nos passando todo seu conhecimento com um carinho inigualável.
    Vale lembrar que “ao LADO de um grande homem tem sempre uma grande mulher” mesmo que baixinha.
    Parabéns pela iniciativa.

  2. Vanda, Parabéns pela homenagem e o texto ótimo… beijo

  3. Vanda, parabéns pelo texto e pela merecida homenagem.

  4. Adorei essa ideia de homenagear as mulheres que trabalham dia a dia em nosso município de Urucânia, isso sim é valorizar as mulheres urucanienses, porque hoje, no mundo em que vivemos de tantas tecnoligias, as mulheres de Urucânia saem de casa pra ganhar seu dinheirinho, pra ajudar na sua família. Parabéns pela belíssima ideia de valorizar as pessoas enquanto estão trabalhando e com saúde…Abraços, Juninho do restaurante

  5. Kátia comentou em 01/05/2013

    Nós merecemos! Somos fortes e batalhadoras. Parabéns à todas as guerreiras que fazem parte da minha vida, em especial minha mãe (Fatinha) e minha vó ( Dona Conceição)!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Click to listen highlighted text!